terça-feira, 29 de junho de 2010

O que é mágico pra você?

Adoro pegar o ônibus Via Presidente Vargas que passa por cima da cidade e ficar de boca aberta para me admirar: pqp, o céu é lindo demais. Sempre penso em ter uma câmera na hora para tirar a foto perfeita: a cidade inteira banhada pelo sol. Ou então, à noite, a cidade brilhando, cada prédio, uma luz, uma vida, uma história. Adoro o céu daqui, é algo quase estupendo, que me tira o fôlego. Eu não me importo que não tenha praias ou algo assim, nós temos o céu mais bonito que eu já vi na minha vida: de dia, é azul tão azul que dói e todas as cores são bonitas. É lilás, laranja, turquesa, rosa, azul-meia-noite, todas essas cores fazem parte do meu céu. É por isso que ele é tão lindo.

Adoro visual. Adoro roupas, tecidos, pinturas, estátuas, cores, fotografias preto e branco, fotografias coloridas, fotografias editadas. Adoro enxergar. Adoro conseguir encarar as pessoas e diferenciá-la pelo tom dos olhos, pela textura dos cabelos, pelo tipo de sorriso, se ela tinha covinha ou não, se seu nariz era reto ou chato, se suas roupas são de malha, seda, veludo, não importa. Adoro observar as pessoas sentadas e em pé nos ônibus, reparar em como elas mexem no cabelo, me perguntar se o dia foi muito chato para aquela senhora parecer tão rabugenta, mesmo sendo tão vaidosa com suas unhas esmaltadas e sapatos caros. Adoro dar 'bom dia' para o motorista e cobrador e eu gostaria muito que fosse respondida à altura. Adoro perceber que consigo lembrar os nomes das pessoas, e sei que quando você repete o nome da pessoa ao conversar com ela, ela meio que se sente especial sem perceber. Eu adoro fotografar sem as pessoas perceberem: mãos, perfis, mochilas, chaveiros coloridos, adoro usar todas as funções da máquina, descobrir todas as tonalidades e resoluções possíveis e fotografar, fotografar, fotografar. Adoro desenhar. Não sei desenhar castelos e cavalos, mas sei desenhar garotas. Garotas curvilíneas, com peitos em abundância, modelos estereotipados de mangás e animes, com cabelos esvoaçantes e histórias pra contar. Adoro saber que eu consigo desenhar uma história com ponta HB 0.7 e borracha amarela. Eu já disse que adoro cores?

Canetas e borrachas coloridas, além disso adoro esmaltes. Eu amo entrar nas lojas, analisar esmalte por esmalte, ver as diferenças que cada marca tem pra outra, as cores: vermelho é sensual, azul é ousado, verde é chamativo, rosa é clássico e tudo pode mudar se simplesmente adicionarmos mais esmalte, mais glitter, mais branco ou preto. Adoro analisar os fundos da cor: o Sereia tem fundo cinza e para alcançar a cor do esmalte Blue Satin (algo assim) da Chanel é só pintar preto + esmalte Paparazzo, da Impala. Assim como eu adoro avaliar cabelos. Eu sei que é a coisa mais inútil do mundo, tanta coisa que merece mais atenção, mas eu adoro. Eu adoro fios coloridos, adoro olhar cores de tinta, adoro olhar rótulos de creme. Eu gosto de imaginar um mundo que as pessoas sejam o que elas quiserem.

Tanta coisa é mágica nos pequenos detalhes. É triste saber que milhares de mulheres morrem por mutilação genital, que há guerras e destruição sem sentido. Isso me machuca e tudo o que posso fazer é ajudar no que posso. Não faço parte de nenhuma ONG, mas eu posso tentar espalhar gentileza e sorrisos, afinal isso melhora o dia das outras pessoas, não é? E acho tão mágico o meu sábado quando eu acordei me sentindo mal, aí depois de meu namorado me consolar com um sorriso e abraço, nós fazemos pastel. Sem ser com massa pronta e sim com farinha, ovos, leite e tudo o mais. Fizemos os pastéis: eu, ele, minha prima, minha mãe. E amassamos a massa, esticamos a massa e recheamos. E comemos assistindo 2012. Eu acho mágico quando eu sento com minha prima e converso com ela percebendo o que é a infância atual. Eu gosto de ensiná-la geografia - cidades, estados, países - porque a escola mal trabalha com isso no momento. Eu gosto de abraçá-la bem forte e elogiar suas pinturas.

Adoro ir ao cinema, adoro aprender italiano no Livemocha, eu adoro tanta coisa que nem sei como descrever. Adoro sonhar: com minha futura casa, com quando eu ganhar um Nobel de Literatura, com minha futura lanchonete, com absolutamente tudo.

Pequenas coisas. Pequenos doces. Pequenos momentos. Não é um feitiço, mas é mágico.




Selo repassado há séculos por Umrae.
Finalmente!

Imagem? Essa é uma foto antiga tirada de uma das casas onde vivi onde dá pra ver um pedacinho do céu que amo. Garanto, quando eu conseguir uma foto do alto da cidade, eu trago :)

O selo pede 10 blogs. Não sei se completei a cota, mas vamos lá? E por motivo de força maior, eu IRIA colocar a lista, mas tenho que sair, fico devendo essa =/



7 comentários:

Aline J. Romy disse...

Adorei o post, Luna *-*
"Não faço parte de nenhuma ONG, mas eu posso tentar espalhar gentileza e sorrisos, afinal isso melhora o dia das outras pessoas, não é?"
Acho que isso, já é um grande passo, quando vejo alguém mal humorado no onibus sempre digo bom-dia sorrindo e as vezes se a pessoa responde eu puxo papo, acho que tentar animar os outros é um gesto de bondade pequeno, mas ajuda muito.
Adorei a foto no final do post, o céu da sua cidade é mto bonito mesmo!
Viste o trailer de HP? nossa, eu fiquei toda arrepiada e até chorei, nem acredito que ta acabando T_T
Eu ja vi orgulho e preconceito e li o livro séculos atras, gosto da Jane Austen, gosto do estilo dela, e recentemente ganhei o Orgulho e Preconceito e Zumbies e tive vontade de ver o que você acha dos livros. Obrigada por ter comentado lá no blog, no final das contas deu tudo certo, vou vijar sexta *-*
Beijão ;*

Felipe disse...

Nossa adorei seu post.
Quem não gosta de cores? Quem vive só no preto&branco? As coisas em seu íntimo podem ser realmente lindas, mágicas.
Eu acho que crianças são mágicas, são especiais. Inumeras coisas que você citou em seu texto, como observar, tirar fotos todas eu elas eu adoro fazer.
Outra coisa mágica é a educação. Eu não sou um poço de educação sempre, mas sempre trato as pessoas com respeito. "Bom dia", "Boa a tarde", "Boa noite" e "obrigado" nunca faz mal a ninguém e eu sempre uso. Qual o problema de ser educado? Ter educação mais uma vez é mágico.

Fabiele Cristine disse...

O mais sincero e lindo valor estão presentes nas pequenas coisas da vida, isso é um fato!
Adoro o seu jeito de escrever e a coerência com que sempre defende suas opiniões. E claro, que lay mais perfeito... gostava bastante do antigo, mas este arrasou. Ainda mais com a Tia Jo em relevo. :D
Por estes e outros motivos que indiquei o Pernície a dois prêmios: Prêmio Dardos e Prêmio Sunshine. Dá uma passadinha no meu blog pra ver as regrinhas. ;)

bjs :*

Yasmin c.k. disse...

São nos detalhes que estão toda a beleza da vida. Em assistir a cidade amanhecer e anoitecer em camêra lenta, em fotografar aleatoriamente, em ouvir todos os sons abstraindo o as vozes, o frio na pele de manhã cedo, as cores do anoitecer, o orvalho, são tantas as coisas, tudo tão pequeno perto da agitação de sempre, mas tão grande quando paramos para observar. ótimo texto, sabe me fez pensar no dia em que estava só observando a cidade anoitecer, foi outro dia mesmo. muito bonito

Vanessa disse...

"Tanta coisa é mágica nos pequenos detalhes"-> frase perfeita! Concordo totalmente! Queria que as pessoas prestassem mais atenção no céu e nos pequenos detalhes.
Adorei seu post!

nildenini disse...

Para mim voce é magica.
O céu de Conquista tb é magico.
Saudades das nossas tardes literarias...
Adorei o blog e todos os posts que li ate agora.
super bj

Franci disse...

Eu também adoro o céu, principalmente em fins de tarde quando ele apresenta várias cores.A que eu mais gosto,é rosa.Também gosto das estrelas, mas aqui em salvador me parecem poucas,então prefiro o céu de amargosa,que parece ter milhares de estrelas a mais que o daqui. Mas geralralmente quando eu pego ônibus,ou eu durmo quando sento, ou fica muito irritada porque fica lotado. -q