sexta-feira, 10 de agosto de 2012

somos todas biscates


Eu não acredito em promiscuidade.
Eu não acredito em vulgaridade.
Eu não acredito que somente relacionamentos fechados e monogâmicos sejam os relacionamentos sérios e respeitados.
Eu não acredito que só se ama uma pessoa por vez.

Pessoas tendem a serem complicadas, mas são como novelos de lã. Se você desenrolar o fio e deslizar seus dedos habilmente, você perceberá que é mais fácil do que parecia. Talvez haja algum nó complicado e então você xingará o mundo inteiro, mas mesmo assim você se empenhará em desfazer aquele nó. Nossas vidas seguem como fios. Os nós nos atrapalham. Confundem nossos pensamentos, bagunçam nossas crenças. Você acredita em Deus e que Deus acredita em você. Você acredita que ama seu marido. Você acredita que é uma boa mãe. Você acredita que não há mais saída. Mas um dia você percebe que não faz mais diferença rezar ou não. Você não vê mais prazer em ler um bilhete de seu marido. Te ligam à meia-noite e é a delegacia avisando que seu filho foi retido por beber demais e você percebe que sequer sabe quem são os amigos dele. Você percebe que a cura começou dentro de si. 

Eu não acredito em moral.
Eu não acredito na decência definida pelos seus amores.
Eu não acredito que uma sociedade tenha o direito de definir como você deve viver entre quatro paredes. Ou mesmo fora delas.

Eu apenas acredito em amor.
Eu acredito em dignidade. Ela se define em seu caráter, sua integridade, seus princípios, sua honra. Esses atributos, me tão importantes, não se definem por coisas fúteis como suas roupas ou seus gostos musicais, mas pelo brilho dos seus olhos, pelo tom indignado de sua voz perante injustiças, pelo seu sorriso cotidiano. 

Todos tem honra.
Mas alguns a perdem lentamente enquanto defendem a honra da sociedade.
Seria apenas melhor que eles não pensassem em salvar ninguém da degradação moral.

from dont-be-so-paranoid

Um comentário:

Whatsername disse...

''Todos tem honra.
Mas alguns a perdem lentamente enquanto defendem a honra da sociedade.''
s2 eternamente