terça-feira, 16 de março de 2010

telephone

Para quem é bem informado do mundo pop, sabe perfeitamente que a insana, louca e deliciosamente divertida Lady Gaga lançou o seu videoclipe da música Telephone em parceria com a escultural Beyonce. E para quem é um pouquinho menos informado, o vídeo de Telephone é a continuação do videoclipe de Paparazzi (aqui!). Lembra que no final ela mata o cara fdp que só queria ficar com a Lady Gaga pela fama e aí é presa? Por sinal, o cara é o vampiro Eric na série True Blood. O xerife lindo de morrer da cidade... tá, esquece, o fato é que ele tá morto e em Telephone, Lady Gaga vai parar -que surpresa!- na cadeia.

Eu não tenho uma opinião bem formada a respeito de Lady Gaga. Seu nome original é Stefani Joanne Angelina Germanotta (de onde ela tirou Lady Gaga?), tem apenas 23 anos de idade e nasceu na cidade New York, o que a faz uma nova-iorquina americana típica, inclusive usando cores da bandeira em seus videoclipes. Eu não acho que ela seja puro talento musical, mas as suas músicas são bem divertidas para dançar em uma boate, por exemplo (e espero que substituam o terrível batidão que tava tomando a área), mas o seu destaque não é a música, e sim... o visual. A aparência de seus videoclipes é algo muito bem trabalhado, com a fotografia, figurino, ritmo, maquiagem, tudo meticulosamente trabalhado para atingir o efeito Gaga, a perfeição suprema que consiste em muito pop, muita cor, muita bizarrice e algo para ser lembrado forevermente, mesmo em vinte anos. Dizem que Lady Gaga é uma modinha que vai sumir, mas eu não acredito porque acho muito difícil esquecer a sua roupa de bolhas, os óculos de Mickey, as suas Barbies inspiradas. Ninguém esquece tanta bizarrice numa pessoa só.

E confesso que nutro simpatia por ela porque temos a afinidade de lutamos pelos direitos dos gays, e isso me faz ser mais simpática com qualquer pessoa. Pois bem, quero - então - falar o que achei desse novo clipe que o mundo pop recebeu.

Para começar, eu achei a letra da música meio chatinha, entediante, como praticamente todas as letras de Lady Gaga. Ela é muito boa em melodia para tornar as músicas aquela batida eletrônica absolutamente IRRITANTE, mas mesmo assim ser chiclete, viciar e botar todo mundo na pista de dança. Ela é talento puro para supreender as pessoas com a nova roupa esquisita, mas infelizmente suas letras são vazias e chatas. Sabe, bem fúteis, não passam grande coisa. Mas como disse um amigo meu, se é pra dançar, quem precisa de letra? -q

Eu queria entender super bem inglês para analisar o videoclipe, mas desisti de esperar pela versão legendada, então vou analisar a parte visual -s

Primeiramente começa com essa cena:



Dela chegando na prisão, arrazante, em uma roupa listrada de P&B totalmente a la Gaga com mangas que a fazem parecer uma presidiária do espaço. Mas o que mais me chamou atenção foram as sobrancelhas que me lembraram totalmente Madonna dos anos 80. Ah, mas vá! Está bem parecido, quando Madonna deixava suas sobrancelhas escuras e grossas. Eis aqui outro exemplo. Era a época em que Madonna era subversiva, símbolo sexual e bem jovenzinha com looks bem rock podre, sabe, poluído e tal. Hoje ela, depois dos filhos biológicos e adotados, uns dois ou três maridos, a mística cabala e encontrou Jesus (Luz!), ela é uma cinquentona moderna, cheia de botox (que ela não admite!) e esbanja bem mais bom gosto nas roupas, embora use alguma coisa terrível de vez em quando como o pavoroso vestido-grama. Mas ela é diva vestindo até trapos e sendo metida, whatever.

Enfim, todo mundo sabe que Lady Gaga é herdeira de Madonna. Ok que a Britney Spears é a princesinha do pop mesmo quando canta obscenidades como 3, mas ainda é a princesa. Porém quem faz muito mais jus à essa herança de música-pra-dançar-e-se-jogar é, convenhamos, Lady Gaga. Então eu tenho a teoria (provada pela comparação de fotos) de que essas sobrancelhas foram intencionadas, uma indireta muito indireta homenagem à Madonna, rainha do pop que inspirou a sua súdita a seguir a trilha das moças loiras com videoclipes milionários.

Em 1:29, ela usa óculos mega-esquisitos, feitos de cigarro. E como ela enxerga? Simples, não enxerga! -q



Envolta em correntes e usando óculos de cigarro, praticamente cega, em meio à uma cadeia cheia de mulheres duronas e com a grossura dos braços maior do que meu pescoço, ela simplesmente senta e recebe beijos de uma mulher que tem um inseto tatuado no braço, recebendo afagos e a moça vai lá e pega o celular, o mp5, sei lá o que é aquilo, muito tecnológico para esse ser atrasado aqui -q

Aí eu TENHO que comentar esses "bobes"! Ouvi dizer que ela foi considerada super ecológica porque usou latinhas de cerveja no lugar dos bobes de plástico, e isso seria algo realmente ecológico, porque é reciclagem e tal e tal. Nem comento isso, porque ecologia por ecologia, Lady Gaga nem é. Senão nem teria usado aqueles óculos de cigarro porque a fumaça do cigarro faz mal para ela, para todo mundo ao redor, para o meio ambiente, então... a menos que os cigarros sejam de mentira. De qualquer forma, isso me surpreendeu: ela ter usado produtos tão banais de uma forma inusitada. Será que funciona mesmo? É uma boa alternativa, realmente ecológica e relativamente barata...



Aí rola uma briga e na cadeia só dá mulher gostosa, mano. Aí, FINALMENTE!, em 2:56 a música começa. Pode cantar: ALELUIA, IRMÃO! Nesse ponto, achei que além das sobrancelhas Madonna, o delineador ficou tãããão Amy Winehouse rs. Aliás, o make dela inteeeeiro é Amy Winehouse. E ela começa a dancinha, e isso me lembrou tão Madonna + Amy Winehouse. Estou falando totalmente sério. Gostei muito disso, adoro quando vejo que um cantor fez referências indiretas a outros cantores e você reconhece isso, aí se sente tão por dentro do mundo pop, -q

Aliás começa a melhor parte que considero do clipe todo: ela dançando com pose total rebel-punk-trash-sexy com outras quatro prisioneiras, usando uma lingerie que é um ARRASO (até queria um pra mim, mas um da dançarina, com a calcinha toda brilhando -q). Eu realmente gosto dessa parte, me faz lembrar mulheres que realmente se rebelam (mas a única parte profundamente não-convencional em Lady Gaga é a postura dela a favor dos gays. As roupas são só algo estranho, mas não é realmente rebeldia), sei lá. E adoro clipes em que as mulheres estão bravas, querendo bater na câmera, no diretor e nos figurinistas rs. E também mulheres na cadeia dançando de forma sexy me fazem lembrar Chicago - que é um excelente filme, e se você não viu nunca, veja agora! NOW!



Aí vem a parte flash Gaga, "fotografias" dela usando aquelas faixas amarelas horrendas, mas Lady Gaga não é Lady Gaga se não usar uma roupa medonha em um videoclipe.

Posso dizer que adorei o cabelo dela amarelo-lápis-de-cor com nuances mais platinadas? Adorei. E adoro quando ela usa o cabelo mais ondulado, ela fica parecendo um pouco aquelas divas dos anos 40, rs.

AÍÍÍÍ entra aquela que o site da Oi ADORA chamar de "diva": Beyoncé!.
Ela surge com maquiagem linda (adoro um delineador), mas com o cabelo... uma franja-topetinho na frente, curvado à moda Alma Gêmea (que deve vencer como a novela com os penteados mais cafonas e sem graça possíveis!), toda pequena e curvada, terrible terrible! Me perdoem os fãs de Beyoncé, de Lady Gaga, desse videoclipe: quem fez esse penteado deve odiar muito Beyoncé, porque - Lady Gaga feia, eu entendo, porque ela gosta de enfatizar as partes esquisitas. Mas Beyoncé? Ninguém enfeia Beyoncé. Ninguém faz um penteado ridículo nela. Ela pode usar peruca, e as perucas podem não ser muito boas, mas ela não fica feia. Então, raios, como conseguiram tirar pontos no fator "atração física" só usando aquele penteado?!





Confira o cabelo de Lady Gaga mais de perto, veja como os cachos passam de loiro platinado a amarelo lápis-de-cor! Me pergunto como será que faz isso, eu bem que gostaria de fazer isso, mas com cores diferentes... com o cabelo mais ondulado, ficou parecendo um degradê, o que eu acho um efeito lindo. Me pergunto se dá para fazer com preto ~ castanho, vermelho ~ rosa, azul ~ roxo e outras nuances. Deve ficar bem bonito.

Depois de um diálogo que não fiz força pra entender, elas começam a cantar. Posso dizer que tenho dados daquele tipo que penduram no carro? Um verde, um vermelho! Merchandising da Polaroid, passemos ao envenenado yellow elegante da Beyonce (aquele personagem bem que merece morrer, fdp... grosseirão que só ele). Arrazante em vestido amarelo (e um delineador amarelo neon que quero muito, mesmo que não use), ela chega e envenena o cara, e Lady Gaga começa a cantar como em um quadro de FAÇA UM SANDUÍCHE! *-*, com make roxo bizarro que não tenho a pretensão de copiar um dia (nem se quisesse!).


Beyoncé toda de amarelo. Devo dizer que a cor caiu muito bem com a pele dela, sinceramente. Parece que a deixou mais viva.


Lady Gaga em seu tutorial de 'faça um sanduíche'. Não recomendo segui-lo, porque embora o sanduíche pareça gostoso, ele contém veneno.


Uniforme de oficial azul, exuberante, vivo.


make from halloween


dois...

Um, dois, três para o restaurante inteiro ser envenenado. Sério, eu me divirto com os clipes de Lady Gaga. Eu não entendo porra nenhuma, porque a música nunca tem muito a ver com o videoclipe (onde é que isso tem a ver com uma assassina na prisão, liberta por outra igualmente louca, e as duas andam por estradas envenenando restaurantes? SE ENCONTRAR UMA PISTA, ME MANDE SCRAP -N). Mas mesmo assim eu gosto de ver as histórias mirabolantes em que o final, geralmente, é algum crime sendo cometido. Por Lady Gaga, claro.





Uniformes tipicamente americanos a la estrelinha branca em fundo maravilhosamente azul patriótico (devia ter uma cor de esmalte com esse nome, juro), vou dizer que o saldo total foi positivo. Eu gostei muito do clipe, achei ele total Lady Gaga e a quimíca entre Lady Gaga e Beyoncé é excelente, as duas juntas realmente ficam ótimas. Mesmo que tanto a música quanto o videoclipe tenha sido muito mais Gaga, Beyoncé não destoou, muito pelo contrário, ela se combinou direitinho, encarnando a faceta bizarra obrigatória nos clipes da loira. Gostei muito dos makes usados (menos o roxo horroroso, mas releva), dos figurinos usados e das "inovações". O ritmo é bem dançante, sendo perfeito para dançar, e a letra não é nada pejorativa, nem de mau gosto, o que é um ponto muito positivo. Na Vevo diz que o videoclipe é impróprio para menores - e já imaginamos o motivo: pegação lésbica no comecinho, meninas de lingerie na cadeia, assassinato em massa cheio de glamour. Porém devo dizer que nesse quesito é bem mais leve do que os outros videoclipes de Lady Gaga como Beautiful, Dirty, Rich no qual -embora não haja partes nuas- há agarração do meio pro final e muita insinuação sexual, é até mais tranquilo de ver com papai e mamãe ao lado. Até porque os amassos (os únicos) são no começo, e depois fica muito decente: ambas as cantoras estão cobrindo suas partes íntimas, não dançam de forma vulgar, e não há valorização do lado machista nem nada disso. Ou seja, é só maluco.


E ela ainda promete continuar!

P.S.: uma reclamação a fazer! Porque os clipes de Lady Gaga demoram tanto para carregarem? Não é só por causa da Vevo! O clipe Tea Party demora bem menos, sendo do mesmo canal D:
P.S.:² é bom vocês gostarem desse post. Não sabem o trabalho que deu dar print screen em uma cena legal, sem muitos borrões, recortar no Fireworks e salvar, ok.

Confiram o clipe e dê a sua opinião!

4 comentários:

*Natália* disse...

Aaah ...
Eu não vi o clipe, nem sabia que era continuação !!
Mas a música é boa !!
Qd quiser, lá em casa tá aberto !

Beiijoos =))

Thais disse...

adorei o post, concordo em bastante coisa. :D
lady gaga é diva *-*

Umrae disse...

A fórmula da Lady Gaga me lembra o Ney Mato Grosso no início da carreira, no Secos & Molhados... Exceto pelo fato de que a voz dele seria suficiente para sustentar o sucesso, porque ele tem uma tecitura de fazer inveja a qualquer soprano. Se bem que uma das vantagens que eu vejo na Lady Gaga é que ela é uma das poucas cantoras pop da nova geração que não faz o gênero R&B mas tem uma voz potente e afinada. No mais, não gosto das músicas dela.

Mah disse...

oii,respondendo sua pergunta ela pegou lady gaga de uma música do queen chamada Radio Gaga.deu preguiça de ler tudo rs.